sexta-feira, 1 de maio de 2015

Crítica: Projeto X – Uma Festa Fora de Controle | Um Filme de Nima Nourizadeh (2012)


Nem tudo é festa nessa comédia diferente que ultrapassa limites. Dos mesmos produtores de “Se Beber, Não Case”, essa comédia juvenil chamada "Projeto X - Uma Festa Fora de Controle" (Projeto X, 2012), acompanha um grupo de jovens com o planejamento e a execução de uma festinha na casa de um deles, isso durante a conveniente ausência dos pais devido a uma inesperada viagem. O propósito da festa é lógico: trata-se de plano de ultima hora para se ganhar popularidade entre a galera e destaque entre as garotas do colégio. E se o enredo dessa produção se mostra como um batido clichê inúmeras vezes visto em produções do gênero, esse filme também não é totalmente previsível. É certo que a premissa onde jovens desinteressantes aos olhos dos colegas buscam a qualquer custo alcançar o devido reconhecimento entre a massa e escapar do limbo social juvenil não poderiam reservar grandes surpresas, mas também pode ainda assim desencadear algumas boas risadas. O caos que se alastra pelas instalações dessa festividade resultante da superlotação desencadeia imagens hilárias com um toque de tragédia. O processo é como uma “vídeo cassetada”: quanto maior o tombo, mais engraçado é a cena. Aqui não é diferente. A festa foge totalmente do controle ganhando proporções épicas. E tudo é perfeitamente enquadrado pela câmera de Nina Nourizadeh, que acompanha tudo de perto em tempo real com o estilo “falso documentário amador”.


Enquanto outro expoente dessa narrativa intitulado “Poder Sem Limites” (lançado na mesma época dessa produção) flerte com a ficção cientifica apresentado jovens em meio a um enredo sobrenatural com um tom mais dramático em seu desenvolvimento que culmina em um desfecho trágico e violento, o filme "Projeto X – Uma Festa Fora de Controle" por mais que assuste em alguns momentos, seu foco é explícito na comédia. A inserção de ótimas passagens de humor dentro da tragédia apresentada gera uma boa dose de entretenimento escapista. A lógica contundente de que nada sairá da forma como planejada, não é nenhuma surpresa ao espectador, no entanto a forma como ela foi exibida é onde mora sua maior virtude. A câmera tremula em constantes oscilações de qualidade de imagem e ângulos conferem uma dose generosa de realismo à ação que decorre em tela. E a sintonia do trio de atores que erguem essa produção faz toda diferença no conjunto. Com uma produção bem acabada em aspectos técnicos, coerente com a proposta, à direção do estreante Nima Nourizadeh que amparada por um baixo orçamento que girava em volta dos 10 milhões aborda com extrapolação e originalidade a ansiedade que rondam os jovens, e traduz com certa fluência e criatividade vários sentimentos dos envolvidos. "Projeto X – Uma Festa Fora de Controle" é uma estreia honrada para a direção e uma experiência interessante para o espectador. Longe de se tornar um cult movie ao gênero, essa produção consegue ao seu modo extrair de uma premissa batida bons momentos.

Nota: 7/10
____________________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário